voltar

QUE BOM SERIA...

  Se todo ser humano pudesse ter uma vida próspera, com direito a moradia, a educação, a saúde e boa alimentação.
  Se todos se compreendessem e respeitassem as opiniões e as crenças alheias.
  Se todos vivessem em harmonia com a natureza, respeitando-a e usando-a com discernimento.
  Se não houvesse fronteiras entre cidades, nem nações.
  Se cada ser humano compreendesse que somos todos irmãos, filhos de um único PAI, Fonte de LUZ que a todo o momento distribui bênçãos de oportunidades e que no entanto, o homem terreno insiste em percorrer por trilhas perigosas, que poderão levá-lo a auto-destruição.
  Que bom seria...
  Por quê SENHOR, o homem prefere o caminho da dor, em vez do amor?
  Por quê após a vinda de tantos seres iluminados, que vieram nos deixar exemplos de amor e compaixão, insistimos de fazer o contrário?
  Por quanto tempo?
   Estamos destruindo nosso lar, com guerras e tanta poluição. A nossa casa que nos serve como morada.
  A raça humana chegou a um grau de evolução tecnológica, onde se consegue salvar muitas vidas através dos muitos aparelhos que foram criados. Porém ao mesmo tempo em que aparelhos são criados para salvar, outros são para destruir. Armas nucleares, armas biológicas, armas que só vêem trazer a destruição da humanidade, deixando rastros de ódio, de sofrimento e de tristeza.
  Quanta evolução de um lado e tanto ódio ainda em muitos corações.
  Mata-se por um celular, por um tênis de marca.
  Mata-se pelo poder e pelo “ter”.
  Não o “ter caráter”, “ter dignidade” e sim é a busca do “ter” somente material que traz a satisfação momentânea, pois a passagem pelo plano da Terra é muito rápida e cada consciência terá que prestar contas de suas atitudes.
  Porém, a todos os que já perceberam que a passagem pelo plano terrestre não é apenas crescer, casar, ter filhos, juntar dinheiro e morrer e sim que existe algo além disso tudo, que é a busca da evolução conscencional, que possamos continuar lançando a semente da paz e do amor, para que um dia ela venha a germinar, dando origem a nova raça, que mais amadurecida e decidida fará deste planeta um lar de paz e fraternidade. Pois esta é a meta maior para este planeta. É vivenciar a LEI DO AMOR.
  Isto tudo não é utopia. É a esperança de um mundo melhor. Todos nós podemos contribuir começando a exercitar a paz e o amor, no lar, no trabalho ou em qualquer local.
  QUE BOM SERIA...

APARECIDA

voltar