voltar

POR QUÊ NÃO COLOCAR EM PRÁTICA?

  O que mais se houve hoje é reclamação sobre economia, políticos, tempo inconstante, corrupção, etc...
  Passamos grande parte do dia criticando, reclamando, porém pouco fazendo para melhorar toda essa situação.
  Deus em sua infinita bondade tem nos enviado ao longo do tempo seres iluminados, com a nobre missão de trazer a Terra, ensinamentos que pudessem ser o direcionamento para uma vida mais harmoniosa. Porém o homem encarnado ao ter o contato com esses ensinamentos, pouco se tem colocado em prática, pois acham que a maioria deles são utopias. Se fossem mais vivenciados no dia-a-dia, muito sofrimento, angústia, conflitos, roubalheiras poderiam ser evitadas.
  São ensinamentos como os que nos convidam a darmos um pouco de nós, em benefício daquele que mais precisa. Não é dar simplesmente o que está sobrando em nossa casa ou o que não nos serve mais e sim o amor, o carinho, a compreensão, nos colocando sempre no lugar do outro. Isso se chama compaixão e sem ela fica difícil a consciência humana prosseguir a sua caminhada, sem uma visão expandida que precisamos cada vez mais ajudar àquele que nos pede auxílio fraterno. Este é um pequeno exemplo de um ensinamento moral, que poderia colaborar para auxiliar muitos problemas sociais dessa humanidade.
  Num passado longínquo, um povo que se chamava Atlante teve em suas mãos grandes conhecimentos, os quais ajudaram-os a prosperar e ter um grande avanço na manipulação da energia, usando-a em vários aspectos. Porém como hoje, esse povo deixou-se levar pela ganância e poder, fazendo mau uso das oportunidades, levando a destruição todo um continente. Muitos sobreviveram dando origem a novas civilizações como a indú, egípcia, grega, maias, incas, astecas e peles-vermelhas americanos.
  Mais uma vez DEUS nos está dando oportunidades e vasto conhecimento vem à tona, para melhorar a vida na Terra. No entanto, o orgulho, a ganância, egoísmo, a prepotência impedi o homem de enxergar a verdade, levando ao caminho da destruição.
  Mata-se por um celular. Os ensinamentos dos Mestres ficaram para trás. O que vale são os valores materiais.
  A natureza esgotada pede socorro e o homem pouco faz para aliviar seu cansaço.
  O povo vai para as ruas em movimentos de revolta contra tudo o que está errado, porém se não houver atitudes, mudanças de comportamento, nada adiantará.
  Não bastam palavras, precisa-se de ações.
  Quando cada consciência humana resolver ser um colaborador e em vez de só criticar e reclamar passar a ajudar, compreendendo a responsabilidade pela vida que lhe foi doada por DEUS e procurar colocar em prática os ensinamentos dos Mestres, renovando atitudes, pensamentos, sentimentos, buscando a paz, a harmonia e a evolução no meio em que vive, então esta humanidade prosperará, caso contrário esta civilização também perecerá pelo próprio livre-arbítrio.

APARECIDA

voltar