voltar

IMATURIDADE DO SER

  Quantas vezes ao observarmos as atitudes de certas consciências, percebemos que as atitudes não condizem com a sua idade física.
  Crianças que falam e pensam como adultos e adultos que ainda agem como crianças.
  Quem nunca escutou alguém falar: - “O filho (a) tem mais juízo do que os pais”.
  O que caracteriza sua maturidade não é a roupagem do corpo físico e sim a sua vivência espiritual.
  Quando já possuímos uma visão mais espiritualizada, passamos a compreender que cada consciência ao encarnar, traz consigo todo um arquivo de experiências que caracterizam a sua idade espiritual, pois são as reencarnações que irão proporcionando ao ser a maturidade, que o ajudará a fazer escolhas mais centradas, sem trazer tantos desajustes em sua atual encarnação.
  Um ser que é ainda um tanto imaturo vive pensando sempre em sua satisfação íntima, pouco se importando com os que estão ao seu redor e por essas atitudes, acaba gerando conflitos e desavenças.
  Vivendo para satisfação de seu ego e sem o contato com seu Eu superior, a consciência imatura deixa-se conduzir por caminhos materiais, vivendo somente na ilusão, contribuindo assim, para que as escolhas que deveriam ser optadas em um momento onde tenha que tomar decisões importantes, sejam feitas com uma visão um tanto distorcida da realidade, gerando problemas futuros que acabam comprometendo também os que estão ao seu lado.
  Porém, em todo lar sempre haverá alguém que vem para orientar e ajudar essa consciência a crescer, através de seus exemplos vivenciados no dia-a-dia. Às vezes é até mesmo o filho (a), que apesar da roupagem física ainda ser de um iniciante, o seu espírito já passou por muitas experiências reencarnatórias, que lhe proporcionaram uma maturidade para ser o orientador neste grupo familiar, que reencarnam com o propósito de auxiliar uns aos outros, a expandirem suas consciências.
  O ser que tendo vontade de buscar conhecimento - não só o intelectual, mas também o de cunho moral e espiritual - poderá adquirir uma bagagem que muito lhe auxiliará em sua evolução, pois hoje em dia oportunidades não faltam. Deve-se ter cuidado, para não se deixar levar pelas atrações que o mundo das formas oferece, pois por ser muito atrativo, acaba contribuindo para que a encarnação não seja tão bem aproveitada para o crescimento interno como deveria.
  Na caminhada pelo plano da Terra, Deus sempre nos oferta grandes oportunidades de evoluirmos. Precisamos estar atentos, não deixando as oportunidades para amanhã, pois assim como vêem elas vão e não sabemos quando retornarão.
  Devemos sim, ter sempre em mente que somos espíritos de passagem pelo plano da matéria e que as vivências físicas, fazem parte das experiências que nos auxiliam no desenvolvimento de nossa consciência.
  O amadurecimento espiritual será sempre o colaborador para um equilíbrio maior, resultado de uma visão mais expandida da realidade e a passagem pelo plano da Terra, além de ser também de oportunidades de evolução, será também de cooperação e serviço ao Grande Arquiteto de nossas vidas.

APARECIDA

voltar