ECOS DE DAVHANA -

REFLEXÃO PARA O TRIMESTRE, SOBRE OS ASPECTOS DE OUTONO DE 2015

   A HUMILDADE E A DEVOÇÃO

   Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Filipenses 2:3


   Grande parte dos problemas atuais do nosso mundo são algumas mazelas da personalidade humana como o orgulho, a presunção e a falta de fé.

   Os pretensos poderes do mundo material, estão reduzindo a moral e os valores humanos a falsos conceitos sem qualquer definição. A consciência espiritual tem sido levada a mera aparência, expulsando cada vez mais o sentido da Verdade que habita cada ser.

   Temos trabalhado apenas para sobreviver, para manter uma ilusória posição, lançando-nos em uma competição sem limites por riqueza e honrarias, que endureceu a energia do Amor em nossos corações.

   Não podemos nos esquecer que somos todos seres espirituais, irmãos criados pela paternidade Onipresente e Onisciente que é a Luz de DEUS. Em nosso interior, a presença Divina se mostra sempre que nos permitimos relaxar. Uma suave tranquilidade interna nos envolve, revelando a verdade que há em nosso íntimo, nos dando a certeza de que nunca estamos sós.

   Nossos valores éticos e morais devem ser resgatados através da percepção constante dessa grande verdade, sem que para isso precisemos fazer qualquer esforço de nossa parte, pois tudo isto está a nossa disposição como uma sagrada herança, um tesouro que a Divindade escondeu em nosso próprio coração.

   É difícil entender então, porque o orgulho, a presunção, a ganância o engrandecimento pessoal, a falta de fé e tantas outras mazelas assolam a alma humana, se há e sempre houve o alimento espiritual, que nos faz ricos e herdeiros de tantas qualidades e dotes espirituais.

   A Humildade e a Devoção são predicados que podem nos servir como canais no sentido de alcançarmos nossa iluminação espiritual, deixando de lado as aparências e revelarmos nossa verdadeira existência.

   Para termos uma idéia da ação desses predicados em nós, precisamos estar atentos de como nos comportamos diante das oportunidades, que a todo momento se fazem presentes em nosso dia a dia. Somos testemunhas e expectadores da consciência da vida, trabalhando em nossa árdua caminhada para nossa vitória final.

   Assim sendo, observem sempre:


   A Humildade nos faz perceber nossa unidade com o Universo.
   A Devoção nos faz ver o que para nós ainda era invisível.

   A Humildade evita aparências, semeando sempre a simplicidade.

   A Devoção faz tudo puramente por Deus.

   A Humildade jamais se ofende, pois conhece suas próprias limitações.

   A Devoção atrai as coisas eternas e faz as criaturas inclinarem-se para Deus.

   A Humildade nada faz em proveito próprio ou tem qualquer interesse.

   A Devoção é reverência, adoração e contemplação...

   Enfim, que a Graça de Deus vos guie pelos caminhos da perfeição e que vossos olhos espirituais estejam atentos durante o período do “amarelar das folhas”. durante o qual estaremos sendo impulsionados pelos aspectos da Humildade e a Devoção.

   O Senhor vos conceda Sua Paz eternamente.

EFRAIM - Do Templo do Cristal em DAVHANA

Canal- José R. Gomes