voltar

imagem linda da lua

ASSIM EU TE ENCONTREI

  Minha alma sedenta de caprichos,
  No mar da ilusão estava mergulhada.
  Sabias o quanto eu sofria,
  Quantas lágrimas ardentes rolavam em meu rosto.
  Perdido, eu não conseguia entender-Te,
  Por isso eu caminhava sem rumo.
  Por muitas vezes me peguei sem saber aonde ir
  Porque nunca desejei do fundo d’alma seguir os passos da Luz.
  Meu espírito vacilava entre o abismo da ilusão e a luz que me conduziria a Ti.
  Como poder vencer o medo que se acercava de mim?
  Como deixar para traz o que estava entranhado em meu corpo até a minha alma...
  Assim eu Te encontrei,
  O Teu poder me livrou da morte.
  Deixei de ser espírito errante.
  Oh! Anjo do poder.
  Mensageiro sagrado da paz
  Tua luz agora corre em minhas veias e anima meu sentir e meu pensar.
  Eu estou em Ti e Tu estás em mim.
  Bem aventurado Eu Sou, porque Te conheci.
  Teu alento inspira minha alma a amar com ardor,
  Agora caminhando no escuro, sigo a luz da Fé
  Não temo perder a própria vida,
  Pois entendi que sou filho do Cosmos, herdeiro da vida eterna,
  Sagrada herança que aos homens está reservada.
  Ontem, hoje e para sempre.
  Que assim seja!


EFRAIM-Uma consciência intraterrena de Davhana

Canal - José Roberto Gomes

voltar