voltar

IMPOSIÇÕES, PORQUE NÃO USÁ-LAS!

  A formação da consciência é subsidiada por fatores externos, que a muito influenciam, principalmente quando isso ocorre na idade tenra do ser quando encarnado.

  Esses fatores que geralmente são passados pelas consciências que servem de pais ou tutores do ser quando vem à encarnação, trazem consigo um catalisador que, se impregnado na aura etérica, vão influenciar muito fortemente nos destinos e caminhos que o ser trilhará em sua vida quando encarnado.

  Às vezes isso ocorre devido à persistência e a experiência que o espírito traz consigo, já de existências passadas. Porém para essa humanidade em vigor, há uma grande porcentagem de seres que tiveram seus caminhos influenciados por informações distorcidas, impregnadas em suas auras etéricas, na infância do corpo físico. Isso teve grande influência em suas atuações, pensamentos e decisões, que nem sempre os levaram por caminhos mais retos.

  Alguns se perderam na insegurança de dar um passo além dos tantos dogmas e super proteções que lhes lavaram o cérebro. Outros preferiram estacionar na arrogância e o orgulho, impregnado da injúria tão difundida no “Olho por olho, dente por dente”.

  Todo esse processo envolve a mente humana como uma teia embaraça sua vítima, caso a mesma não perceba a tempo que em seus caminhos, são esperados pedras e espinhos em dias amargurados pela incompreensão dos fatos e incidentes da vida.

  Geralmente é através da dor que o individuo busca ajuda, mas em grande porcentagem há a cristalização da consciência nas fases mais difíceis e a revolta habita a alma, formando espessa nuvem de energia deletéria que só a lei do Karma poderá dissolver.

  Se o desenvolvimento das consciências que iniciam sua jornada de reencarnação, tivesse o embasamento de sua estrutura religiosa movida não pela religião tão institucional como atualmente, mas que o conceito religioso interno, a real formação do espírito estivesse implantada nos seres que servem de orientadores e iniciadores das consciências recém-chegadas para a reencarnação, muito do que se pode dizer como tendências negativas, poderia ser reformulado.

  A maioria segue os padrões tradicionais dessa humanidade encarnada, que já são como podemos ver, bem ultrapassados em comparação com os de outros sistemas solares.

  Somente a informação, a elevação da consciência e a mudança do comportamento, levará o ser a um estado de energia áurica, que percebendo seus deslizes, suas tendências fará correções tão logo elas sejam descortinadas. Isso mudará consideravelmente a atividade como também a maneira de agir, pensar e falar, trazendo salutares resultados para a melhoria de vida, tanto no plano físico como espiritual.

  A obrigatoriedade espiritual escraviza e impõe limitações, mesmo que as vezes, em nome do amor que tantos pregam. O amor é “incondicional, onisciente e onipresente”.

  A consciência só a si pertence, a ninguém mais. Todos somos filhos da Força Criadora e em estado espiritual, irmãos em jornada de elevação. Os laços da família terrena de nada representam na visão holística do Cosmos e como a caminhada é infinita, por que imposições?

  Obrigatoriedade, jamais!


LUCIAN - Uma consciência de Sírius

Canal - José Roberto Gomes

voltar